por Cristiane Stefanini

Lean Inception é uma importante ferramenta para empreendedores e gestores validarem o potencial de uma ideia antes de investir no desenvolvimento de novos produtos

O que é e como funciona a metodologia Lean Inception

Empreendedores e gestores sabem muito bem que validar o potencial de uma ideia antes de investir tempo e dinheiro faz toda a diferença. Criar um produto pode oferecer muitos desafios, a começar pela oferta de possibilidades no início de sua concepção.

A origem da Lean Inception

Criado pelo brasileiro Paulo Caroli para encontrar formas de facilitar esse processo de concepção, que surge o método Lean Inception estruturado a partir dos conceitos do Design Thinking e do Lean Startup, e que pode ser descrito como um método que busca alinhar pessoas visando o desenvolvimento de um produto.

Após uma longa experiência em empresas do Vale do Silicio, Caroli notou a necessidade de uma maior sinergia entre as áreas de negócios e as áreas técnicas. 

A princípio essa necessidade era atendida pela ‘Inception’ – primeira fase do RUP (Racional Unified Process), uma metodologia ágil criada em 2003 – mas que tinha uma longa duração de processos e muitas funcionalidades criadas não utilizadas, gerando desperdício de tempo, esforços e recursos.

Foi conduzindo muitas ‘Inceptions’ e baseado no conceito de MVP – Minimum Viable Product, que Paulo Caroli encontraria a sua solução e seu método resultou no best seller “Lean Inception: como alinhar pessoas e construir o produto certo”.

Quer saber mais sobre o assunto e entender como a metodologia de Lean Inception pode fazer a diferença na hora de tirar um projeto do papel?

Então vem com a gente!

Entenda o método e sua aplicação

Para entender o que é Lean Inception, é importante, primeiramente, compreender o conceito de MVP.

A sigla MVP vem do termo Minimum Viable Product, que nada mais é do que uma versão mais simples e enxuta de um produto, que emprega o mínimo de recursos em uma espécie de versão mais básica, ao qual este produto pode ser utilizado pelos seus usuários com features fundamentais, mas, menos desenvolvido do que sua versão completa. 

Lean Inception é o método utilizado para a obtenção deste MVP, sendo uma das muitas práticas de metodologias ágeis, que acontece antes do desenvolvimento do projeto, no momento em que tanto as áreas de negócio quanto as áreas técnicas têm apenas um esboço do produto em mente e ainda precisa validar muitas variáveis, como: quem serão seus usuários, sua jornada até o produto, funcionalidades, escopos e entregas. 

É uma etapa fundamental para avaliar todo o projeto, focando na geração de negócios e valor para os usuários, validando ou invalidando algumas hipóteses, permitindo testar a aceitação deste produto, antes que ele chegue efetivamente ao mercado.

Colocar o conceito de Lean Inception em prática é algo que exige organização, raciocínio, foco, criatividade e visão sistêmica. E é, justamente, por ajudar a direcionar as equipes pelo caminho certo a ser trilhado no desenvolvimento do projeto que essa metodologia tem feito cada vez mais sucesso.

O objetivo é sempre otimizar recursos e energia com o desenvolvimento, dentro de uma entrega rápida, adaptável e contínua, trabalhando para que seja dado o valor aos objetivos dos negócios e às necessidades do cliente.

Facilitando uma Lean Inception – O Workshop

Uma Lean Inception é um workshop colaborativo que irá alinhar o entendimento das áreas da empresa sobre o produto em seus aspectos mais fundamentais, que conta com a participação de uma equipe multidisciplinar (pessoas envolvidas com o produto em questão) para garantir total imersão no processo.

Pode envolver stakeholders e membros ativos do time de desenvolvimento de produtos, como: desenvolvedores, product owners, scrum masters, gerentes de projetos e UX designers e o usuário – pessoas que fazem parte da jornada e sentem as ‘dores’ do processo atual.

Com o apoio de um facilitador – um Agile Coach ou um Business & Service Designer – experiente no processo, neutro e imparcial, que irá explicar e conduzir o processo e todas as atividades.

Não existe número exato de participantes em uma Lean Inception mas, é recomendado que fique em torno de 10  pessoas, sendo importante ter pessoas com formações bem diferentes, pois isto enriquece o processo.

Após o alinhamento acerca do objetivo dessa movimentação, algumas etapas seguintes são delineadas:

  • Visão e objetivos do produto
  • Personas
  • Jornadas do usuário
  • Funcionalidades
  • O sequenciador de funcionalidades
  • O canvas MVP (Produto Mínimo Viável)

Durante o workshop, são apresentadas uma série de atividades e ferramentas, com sessões de brainstorming e discussões ricas que podem durar até uma semana, onde todos participam das etapas para se alinharem num mesmo objetivo: gerar um MVP – a primeira versão do produto final que entregará valor ao usuário, resolvendo ou minimizando seus problemas.

A partir deste MVP, o produto definitivo será construído em movimentos de entregas rápidas e contínuas, com prazos definidos pela metodologia Lean Inception e este MVP estará sempre na interseção entre ‘valor’ para o negócio, ‘usável’ pelos usuários e ‘factível’ pela equipe.

Caroli ainda acrescenta um fator “UAU”, que como o nome sugere, é o que fará este produto se destacar e que causará uma experiência única aos usuários – e este é o último fator determinante para o MVP. O antigo ditado “a primeira impressão é a que fica”, que nesse caso é essencial.

A agenda da Lean Inception

Para a agenda de desenvolvimento de um produto pelo método Lean Inception é recomendado 5 dias de workshop, definida com base na disponibilidade do time, mas é necessário ter foco no decorrer de todos os encontros.

Esta agenda pode ser adaptada para uma agenda mais enxuta, a depender do contexto do projeto, mas é importante focar no aprofundamento dos temas e das atividades ao se permitir o ciclo completo da metodologia.

De projeto para projeto e de empresa para empresa, algumas premissas precisam ser observadas no fluxo dessa agenda com compromissos fixos:

●   Dia 1: reunião com todos os envolvidos, para o chamado kick-off, para que todos os participantes estejam alinhados com os objetivos do workshop, que estão diretamente ligados ao desenvolvimento do produto;

●   Dia 2: dia de brainstorming a partir do conhecimento dos objetivos, com o foco de documentar todas as ideias e contribuições para o processo;

●   Dia 3: dia de alinhar a equipe e descobrir os problemas encontrados no brainstorming e propor soluções para o próximo passo de executar uma jornada, que levará a equipe para o sucesso nos objetivos traçados;

●   Dia 4: momento de elaborar o plano de entrega do produto, incluindo todos os processos e recursos envolvidos. Essa proposta será a base do MVP, a partir da criação de um modelo de Canvas;

●   Dia 5: reservado para a apresentação do modelo Canvas do MVP para os stakeholders. A união dessa apresentação com a avaliação dos líderes deixará claro se a proposta está alinhada com as ideias do cliente.

Para quem a Lean Inception é indicada?

A Lean Inception vem com o propósito de ajudar a empresa e o time a entender melhor a necessidade do cliente e usuário, pois nem sempre o que o cliente pede é o que ele realmente precisa.

Um dos princípios do Manifesto Ágil diz exatamente que precisamos zelar pela “simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito”.

Isto nos leva a refletir na busca de alternativas para otimizar o valor das entregas a serem realizadas e reduzir custos de funcionalidades de pouco valor para viabilizar uma ideia.

Lean Inception é uma metodologia ampla, com aplicabilidade para todo tipo de desenvolvimento de novos produtos e serviços e ainda para viabilizar a melhoria ou evolução, pensando na escalabilidade destes.

A agilidade e robustez desta metodologia pode ajudar a empresa a construir um produto de sucesso com soluções que geram valor.

A aplicação da Lean Inception pela Performa_IT

Metodologias ágeis para concepção e entrega de produtos e projetos são essenciais para tornar a empresa mais adaptável às constantes mudanças do mercado. Nos dias atuais, as empresas precisam apresentar soluções inovadoras de forma cada vez mais rápida e é nesse cenário que essas metodologias vêm se popularizando. Adotá-las pode ser imprescindível para o negócio.

A Lean Inception reflete diretamente na entrega do produto e na satisfação do usuário final, direcionando a mentalidade do time para criar alinhamento com uma proposta de agilidade e inovação constante. É uma ótima maneira das organizações criarem seus produtos de forma rápida e enxuta, e é uma metodologia essencial para empresas que precisam oferecer respostas rápidas ao mercado.

Vale ressaltar que esse conceito se aplica aos mais diversos tipos de projetos e empresas, dos menores aos mais complexos.

A Performa_IT utiliza essas abordagens ágeis para concepção dos seus produtos e projetos trazendo para o time mais autonomia e integração, assim, as equipes otimizam seus esforços e agregam conhecimento de maneira mais assertiva no projeto. Os encontros proporcionados são uma oportunidade de abertura de um ciclo de aprendizado sobre como a solução será desenvolvida e como a mesma deverá ser testada no mercado.

Elaboramos uma proposta de trabalho que permite flexibilidade de execução e potencializa a cocriação de soluções unindo as abordagens Lean Inception, PBB (Product Backlog Building), Prototipação e Testes de Usabilidade em um produto que chamamos de MVP Sprint. Essas abordagens executadas em conjunto provocam uma mudança de comportamento das pessoas envolvidas no processo, permitindo que a organização  acelere seus projetos de transformação de forma assertiva e colaborativa.

O roteiro do MVP Sprint está alinhado com o triplo diamante de nossa metodologia IDEA_PAD (clique para conhecer esta metodologia),  sendo uma abordagem indicada para desafios onde ainda não se tem uma clareza total das funcionalidades que farão parte do MVP (Mínimo Produto Viável) mas já tem uma ideia mais fundamentada de qual o problema que está sendo resolvido e quais as potenciais soluções para o mesmo.

Os objetivos da MVP Sprint são:

  • Alinhar a visão de produto da solução
  • Descobrir o mínimo produto viável (MVP)
  • Desenhar e validar o MVP da solução
  • Cocriar o Product Backlog (PBB)

Ajudamos nossos clientes a descobrir o produto certo antes de construir certo o produto!

O alto do MVP Sprint é o teste de usabilidade do protótipo desenvolvido com usuários reais do produto, sendo possível receber as devidas avaliações daquilo que foi desenvolvido para, sem dúvidas, ocorrer o ponto de tomada de decisão para pivotar ou seguir com a solução proposta.

Para nós, todo empreendimento precisa avaliar os investimentos conforme o retorno que pode ser obtido e, nesse sentido, a Lean Inception é de extrema importância para que sua empresa possa aplicar os seus recursos de forma otimizada, focando na definição dos produtos e serviços mais desejáveis, praticáveis e viáveis.

Certamente podemos apoiar sua empresa para a melhor experiência com o método Lean Inception.

Já pensou em qual projeto pode começar aplicando o MVP Sprint?

Entre em contato conosco e vamos descobrir juntos!

👉 Acesse nosso site: performait.com

👉 Siga nosso Linkedin: Performa_IT | LinkedIn

Gostou? Compartilhe!

Conteúdos
relacionados

Compartilhe nas redes sociais: