jun
24
2020
por Eduardo Cruz
0 comentários
Performa_IT

Soluções Cloud Performa_IT

Soluções Cloud Performa_IT
por Eduardo Cruz
0 comentários
Performa_IT

Soluções Cloud Performa_IT

Performa IT, presente no mercado há 10 anos, atua em desenvolvimento de soluções sob demanda para plataforma Google Cloud.

Visão geral do Google Cloud Platform

O objetivo deste artigo é ajudar você a entender melhor o panorama geral do Google Cloud Platform (GCP). Aqui, você terá uma visão resumida de alguns dos recursos mais usados, além de indicações da documentação útil para se aprofundar em cada assunto.

Saber o que está disponível e como as peças funcionam juntas pode ajudar você a tomar decisões sobre como proceder. Também indicaremos alguns tutoriais que podem ser usados para testar o GCP em vários cenários.


Recursos do GCP

O GCP consiste em um conjunto de ativos físicos, como computadores e unidades de disco rígido e recursos virtuais, como máquinas virtuais (VMs), localizados nos centros de dados do Google no mundo todo. Cada local do data center está em uma região. As regiões estão disponíveis na Ásia, Austrália, Europa, América do Norte e América do Sul e cada uma delas é uma coleção de zonas, isoladas entre si dentro da região. Cada zona é identificada por um nome que combina um identificador de letra com o nome da região. Por exemplo, a zona A na região da Ásia Oriental é denominada asia-east1-a.

Essa distribuição de recursos oferece diversas vantagens, inclusive redundância em caso de falha e latência reduzida localizando recursos mais próximos dos clientes. Essa distribuição também introduz regras sobre como recursos podem ser usados juntos.


Acesso a recursos por meio de serviços

Na computação em nuvem, o que você pensava ser produtos de software e hardware se tornam serviços. Esses serviços dão acesso aos recursos subjacentes. A lista de serviços disponíveis do GCP é longa e continua crescendo. Para desenvolver seu site ou aplicativo no GCP, você agrupa esses serviços em combinações que fornecem a infraestrutura necessária e, em seguida, adiciona seu código para criar os cenários desejados.

Recursos globais, regionais e por zona

Recursos podem ser acessados por qualquer outro, entre regiões e zonas. Entre os globais estão imagens de disco pré-configuradas, instantâneos de disco e redes. Outros só podem ser acessados por recursos localizados na mesma região. Entre esses regionais estão endereços IP externos estáticos. Com isso só podem ser acessados por outros localizados na mesma zona. Entre esses recursos por zona estão instâncias de VM, tipos e discos.

À medida que você começa a otimizar os aplicativos do GCP, é importante entender como essas localizações e zonas interagem. Por exemplo, mesmo se pudesse, você não gostaria de conectar um disco a um computador em uma região diferente porque a latência que introduziria acarretaria um desempenho muito insatisfatório. Felizmente, o GCP não permitirá que você faça isso. Os discos só podem ser anexados a computadores na mesma zona.

Dependendo do nível de autogerenciamento obrigatório do serviço de computação e hospedagem escolhido, pode ser necessário pensar em como e onde os recursos são alocados.

Para ver mais informações sobre a distribuição geográfica do GCP, consulte a Performa IT.

Contato Comercial:

Eduardo Cruz | Leonardo Tristão

performait@performait.com

Campinas: (19) 3778-9594

São Paulo: (11) 2124-3308

www.performait.com

Compartilhe